Consultoria Gratuita

O milênio é um tempo de redenção sob o reinado de Cristo. Mas quando vai acontecer?

Por Equipe G. Gospel em 15/03/2022 às 14:01:20

"Felizes e santos os que participam da primeira ressurreição! A segunda morte não tem poder sobre eles; serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante mil anos." (Apocalipse 20.6)

Vamos ao contexto

Jo√£o escreveu sobre suas vis√Ķes no livro de Apocalipse e, entre elas, descreveu a cena de Satan√°s sendo "acorrentado" pelo per√≠odo de mil anos, "lan√ßado no abismo", que foi "fechado e selado". Dessa forma ele n√£o poder√° mais "enganar as na√ß√Ķes".

Logo depois disso, Jo√£o viu tronos, onde estavam sentadas pessoas com autoridade para julgar. Viu também os m√°rtires ressuscitando e reinando com Cristo no mil√™nio, como sacerdotes. O apóstolo associa essa vis√£o ao que ele chama de "primeira ressurrei√ß√£o".


Onde ser√° o mil√™nio – na terra ou no céu?

O primeiro aspecto a ser observado sobre o mil√™nio é que "as na√ß√Ķes n√£o ser√£o mais enganadas". Isso indica um tempo em que a verdade prevalecer√°.

Sobre a ideia de um mil√™nio puramente espiritual é dif√≠cil de ser compreendida segundo o teólogo Luiz Say√£o, por alguns motivos bem espec√≠ficos. Um deles é o fato de ainda haver profecias n√£o cumpridas no Velho Testamento, algumas feitas antes do ex√≠lio babilônico e outras depois.

"H√° profecias que nunca se cumpriram em lugar nenhum", enfatizou o hebra√≠sta. Quando e onde elas v√£o se cumprir ainda deve ser uma preocupa√ß√£o por parte da igreja, j√° que essas profecias s√£o carregadas de detalhes bem espec√≠ficos, além disso, tudo indica que acontecer√£o na terra. Veja aqui alguns exemplos:

"O lobo viver√° com o cordeiro, o leopardo se deitar√° com o bode, o bezerro, o le√£o e o novilho gordo pastar√£o juntos; e uma crian√ßa os guiar√°. A vaca se alimentar√° com o urso, seus filhotes se deitar√£o juntos, e o le√£o comer√° palha como o boi. A criancinha brincar√° perto do esconderijo da cobra, a crian√ßa colocar√° a m√£o no ninho da v√≠bora. Ninguém far√° nenhum mal, nem destruir√° coisa alguma em todo o meu santo monte, pois a terra se encher√° do conhecimento do Senhor como as √°guas cobrem o mar." (Isa√≠as 11.6-9)

O texto continua dizendo que as na√ß√Ķes buscar√£o Jesus, que ser√° como uma bandeira para os povos. Isso nunca aconteceu, nem naquela época e nem no decorrer da história de l√° para c√°. Quando Isa√≠as disse essas palavras, ele estava em Jud√°, o √ļnico lugar onde as pessoas tinham o conhecimento sobre o Deus verdadeiro.

Devemos também levar em conta a convic√ß√£o da Igreja Primitiva, que sempre considerou as ideias b√≠blicas de um Reino de Cristo em sua plenitude, da reden√ß√£o da Terra e da Cria√ß√£o de Deus. Como disse o apóstolo Paulo: "toda a natureza geme até agora como em dores de parto".

"A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados. Pois ela foi submetida à futilidade, n√£o pela sua própria escolha, mas por causa da vontade daquele que a sujeitou, na esperan√ßa de que a própria natureza criada ser√° libertada da escravid√£o da decad√™ncia em que se encontra para a gloriosa liberdade dos filhos de Deus." (Romanos 8.19-21)

A cita√ß√£o de Paulo quanto à natureza engloba animais e vegetais, fauna e flora do mundo inteiro. Oceanos e mares, desertos e florestas. Todos os animais — mam√≠feros, répteis, aves, anf√≠bios e insetos.

Say√£o faz um coment√°rio interessante sobre isso: "Todo esse Universo extraordin√°rio n√£o pode ter sido criado como uma fantasia passageira".

Consultoria Gratuita 1


Sobre a redenção

Essa palavra tem um significado muito especial. Reden√ß√£o é o ato de redimir ou salvar; é quando o aux√≠lio vem em circunst√Ęncias muito dif√≠ceis.

Por exemplo, quando o culpado recebe o perd√£o, e assim é "redimido" ou quando o devedor tem sua d√≠vida paga por outra pessoa. Estar livre da culpa, do pecado ou da d√≠vida é "ser livre".

Deus libertou o ser humano. Veja:

"Portanto, agora j√° n√£o h√° condena√ß√£o para os que est√£o em Cristo Jesus, porque por meio de Cristo Jesus a lei do Esp√≠rito de vida me libertou da lei do pecado e da morte. Porque, aquilo que a lei fora incapaz de fazer por estar enfraquecida pela carne, Deus fez, enviando seu próprio Filho, à semelhan√ßa do homem pecador, como oferta pelo pecado." (Romanos 8.1-3)

Mas a humanidade ainda aguarda a plenitude dessa redenção:

"...nós mesmos, que temos os primeiros frutos do Esp√≠rito, gememos interiormente, esperando ansiosamente nossa ado√ß√£o como filhos, a reden√ß√£o do nosso corpo." (Romanos 8.23)

"E aos que predestinou, também chamou; aos que chamou, também justificou; aos que justificou, também glorificou." (Romanos 8.30)

O que isso quer dizer?

Que os seres humanos ter√£o corpos glorificados e a natureza aguarda esse momento, em que os filhos de Deus sejam revelados, e ent√£o ela também ser√° libertada da escravid√£o da decad√™ncia.

Quer dizer que tanto o ser humano quanto toda a Criação terão um momento de "restauração", ou seja, voltarão ao seu estado original.

Para o ser humano, ter um corpo glorificado é estar livre da morte e da corrup√ß√£o. A B√≠blia diz que "Jesus transformar√° os nossos corpos humilhados, para serem semelhantes ao seu corpo glorioso." (Filipenses 3.21)

Um corpo glorioso n√£o tem os limites humanos que conhecemos e n√£o est√° sujeito às doen√ßas, dores ou defeitos genéticos.

Quanto à natureza, o que se pode entender sobre "estar livre da decad√™ncia", é que n√£o estar√° mais num estado de ru√≠na, ela vai ser restaurada também. E essa é uma profecia que ainda n√£o se cumpriu.

Milênio como período de restauração

Agora pense no que vai acontecer durante o período de mil anos, durante o reinado de Cristo. Volte a pensar na "redenção". Deus quer salvar a sua Criação e esse processo teve início com a primeira vinda de Cristo. A conclusão se dará durante o Seu reinado.

Para quem entende o mil√™nio e o reinado de Cristo somente no √Ęmbito espiritual, n√£o h√° como pensar nessas profecias de restaura√ß√£o da Cria√ß√£o. Mas, para quem entende que esse reinado acontecer√° na terra, é poss√≠vel associar os textos de Apocalipse com os de Isa√≠as.

"Ele julgar√° entre as na√ß√Ķes e resolver√° contendas de muitos povos. Eles far√£o de suas espadas arados, e de suas lan√ßas foices. Uma na√ß√£o n√£o mais pegar√° em armas para atacar outra na√ß√£o, elas jamais tornar√£o a preparar-se para a guerra. Venha, ó descend√™ncia de Jacó, andemos na luz do Senhor!" (Isa√≠as 2.4-5)

"Ent√£o se abrir√£o os olhos dos cegos e se destapar√£o os ouvidos dos surdos. Ent√£o os coxos saltar√£o como o cervo, e a l√≠ngua do mudo cantar√° de alegria. Águas irromper√£o no ermo e riachos no deserto. A areia abrasadora se tornar√° um lago; a terra seca, fontes borbulhantes. Nos antros onde outrora havia chacais, crescer√£o a relva, o junco e o papiro. E ali haver√° uma grande estrada, um caminho que ser√° chamado Caminho de Santidade." (Isa√≠as 35.5-8)

Imagine tudo isso — o mundo sendo liderado por Jesus. Somente Ele pode resolver os conflitos entre as na√ß√Ķes. A B√≠blia est√° dizendo que n√£o haver√° mais viol√™ncia e que as armas n√£o ser√£o mais utilizadas para matar, mas para trabalhar. N√£o haver√° mais guerras, nem o som de bombas explodindo, nem pessoas gritando e chorando por seus entes queridos.

N√£o haver√° mais defici√™ncias f√≠sicas, nem emocionais. Haver√° amor genu√≠no entre os seres humanos e n√£o haver√° mais motivos para discórdias por causa de pol√≠tica ou ideologias. N√£o haver√° mais partidos ou divis√Ķes, sendo assim, n√£o ser√° necess√°rio atacar ou defender.

Condi√ß√Ķes da natureza

A natureza estar√° em paz e equil√≠brio. N√£o ser√° necess√°rio uma "cadeia alimentar" entre os animais, porque haver√° alimento na terra suficiente para todos. Ninguém mais ver√° cat√°strofes naturais porque os problemas ecológicos ser√£o resolvidos. Rios e mares ser√£o despolu√≠dos.

Enquanto o tempo estiver passando, tudo estará voltando ao seu estado original. E na retrospectiva de cada ano, as notícias serão as melhores.

Nunca mais se ouvirá sobre mortes por balas perdidas, pais e filhos se matando, estupro, aborto, pedofilia, tráfico de drogas, assassinatos, suicídios, tráfico humano, prostituição, perseguição religiosa, roubos, políticos corruptos ou mentiras.

Nem fome, nem tristeza, nem dor ou luto. Haver√° paz, justi√ßa, seguran√ßa e alegria. Imagine! S√£o profecias b√≠blicas e elas v√£o se cumprir. N√£o é um sonho, mas uma promessa.

"Estas palavras s√£o dignas de confian√ßa e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos esp√≠ritos dos profetas, enviou o seu anjo para mostrar aos seus servos as coisas que em breve h√£o de acontecer. Eis que venho em breve! Feliz é aquele que guarda as palavras da profecia deste livro." (Apocalipse 22.6-7)

E esse foi o estudo desta semana. Espero que tenha tirado a sua d√ļvida e também colaborado para o seu crescimento espiritual. Beijo no cora√ß√£o e até a próxima, se Deus quiser!

Por Cris Beloni, jornalista crist√£, pesquisadora e escritora. Lidera o Movimento B√≠blia Investigada e ajuda as pessoas no entendimento b√≠blico, na organiza√ß√£o de ideias e na ativa√ß√£o de seus dons. Trabalha com miss√Ķes transculturais, Igreja Perseguida, teorias cient√≠ficas, escatologia e an√°lise de textos b√≠blicos.

* O conte√ļdo do texto acima é de colabora√ß√£o volunt√°ria, seu teor é de total responsabilidade do autor e n√£o reflete necessariamente a opini√£o do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Conforme a B√≠blia, a batalha de Gogue e Magogue ser√° contra Israel étnico ou espiritual?

Fonte: Guia Me

Comunicar erro
Marketing para Advogados_2

Coment√°rios

Supletivo_01 - Local 3