EJA 1
CMVR_Outubro_2021

Exportação de café verde do Brasil cai 30% em setembro com gargalo logístico, diz Cecafé

Por Equipe G. Gospel em 13/10/2021 às 20:20:23
Escassez de contêineres e espaço nos navios prejudicou o envio do produto para o exterior segundo conselho. Exportação de café verde do Brasil cai 30% em setembro com gargalo logístico, diz Cecafé

Reprodução/Rede Amazônica

A exportação de café verde do Brasil em setembro atingiu 2,748 milhões de sacas de 60 kg, queda de 29,6% ante o mesmo mês de 2020, disse nesta quarta-feira (13) o Conselho dos Exportadores de Café (Cecafé), citando um impacto negativo pela continuidade de entraves logísticos para o embarque.

As vendas externas do grão tipo arábica alcançaram 2,422 milhões sacas, recuo de 24,9% na mesma comparação, enquanto os embarques de café robusta caíram 51,8% para 326,04 mil sacas.

Leia também:

Entenda a escassez de contêineres que afeta produtores do mundo todo

Sem espaço no transporte marítimo, empresa de café recorre a aviões para exportar

Segundo o presidente do Cecafé, Nicolas Rueda, não há mudanças no cenário adverso que vem pressionando as exportações nos últimos meses.

"Seguimos com intensa disputa por contêineres e espaço nos navios e ainda nos deparando com sucessivos cancelamentos de bookings, rolagens de cargas e frete extremamente custoso", disse ele em nota.

"Sabidamente, temos uma safra menor em andamento, mas há café disponível da histórica colheita anterior, o que implica que o Brasil possui produto para concretizar seus negócios", acrescentou Rueda.

Saiba mais:

Seca vai deixar alimentos ainda mais caros; entenda

Milho, banana, café... veja os alimentos foram impactados pelas geadas

Conab reduz previsão de safra de café do Brasil com menor volume de arábica

Ele afirmou que ferramentas tecnológicas estão contribuindo para que os compromissos sejam honrados e as 'não entregas' apareçam como minoria, "pouco representativas em relação aos volumes contratados".

Considerando também o produto industrializado, as exportações totais de café chegaram a 3,1 milhões de sacas e renderam 518,2 milhões de dólares em setembro deste ano, desempenho que implica queda de 26,5% em volume e leve avanço de 0,5% em receita.

"A evolução no ingresso de divisas reflete as altas cotações da commodity no mercado internacional, tanto que o preço médio das remessas foi de 166,52 dólares por saca, 36,7% acima dos 121,79 dólares aferidos em setembro do ano passado."

Com o resultado, as exportações de café do país nos três primeiros meses do ano safra 2021/22 chegaram a 8,817 milhões de sacas, ficando 20,2% aquém do apurado entre julho e setembro de 2020. Em receita, contudo, houve crescimento de 3,3% no intervalo, com os embarques rendendo 1,367 bilhão de dólares até o momento, o melhor desempenho das últimas cinco temporadas, ressaltou o Cecafé.

Vídeos: tudo sobre agronegócios

Fonte: G1

Comunicar erro
Supletivo_01 - Local 2

Comentários

Supletivo_01 - Local 3