EJA 1
CMVR_Outubro_2021

Idoso de 106 anos continua orando e falando de Jesus: "Já li a Bíblia 126 vezes"

Por Equipe G. Gospel em 20/09/2021 às 12:24:05

Com 106 anos completados na última quinta-feira (16), Syllas Menezes continua sendo movido por sua fé: ele fala sobre o amor de Jesus às pessoas e mantém sua vida de oração e leitura da Bíblia.

"Deus é tão bom para mim que me conservou até essa idade", declarou o "Seu Syllas" ao jornal O Liberal.

Seu Syllas nasceu em Avaré e trabalhou como corretor de vendas de terras até se aposentar. Ele mora há 20 anos em Americana, no interior de São Paulo, e se mudou em agosto deste ano para um lar de idosos na cidade.

"Morei muito tempo no Paraná e trabalhei na roça. Cuidava de uma fazenda no Paraguai e eu era muito conhecido e respeitado pelos trabalhos que desenvolvia", disse Seu Syllas.

Após o falecimento da esposa, Carolina Ribeiro Menezes, aos 81 anos, ele passou a morar com uma dos seis filhos. "Quando minha mãe morreu, ele veio para Americana ficar comigo. Me aposentei por ele, para viver por ele e a rotina dele", disse Shirlei Menezes, de 67 anos.

A filha Shirlei também se impressiona com a do pai, que não deixou de ser ativa apesar da idade. "Eu admiro o fato de ele falar tanto de Jesus para outras pessoas e falar sobre amar ao próximo. Isso ninguém tira dele", disse emocionada.

Seu Syllas, que é evangélico, revelou que é apaixonado pela Palavra de Deus. "Sabe quantas vezes já li a Bíblia? 126 vezes", contou. Ele também disse que dedicou boa parte de seu tempo para ler livros com temas cristãos.

Ele também costuma tocar louvores com uma gaita que ganhou de um amigo — instrumento que aprendeu a tocar sozinho. Ele costumava tocar a gaita nos cultos e agora toca os hinos para os companheiros da casa de idosos.

"Eu oro pelas pessoas várias vezes ao dia e amo todo mundo. O amor é um vínculo da perfeição", disse ele, em referência a Colossenses 3:14, que diz: "Acima de tudo, porém, revistam-se do amor, que é o elo perfeito".

Boa velhice

A família de seu Syllas é grande: além dos filhos, são 17 netos, 18 bisnetos e um tataraneto. Ele morava com Shirlei até ter um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e ser transferido pela família para a casa de repouso.

Apesar do AVC, a saúde do idoso impressiona. "Ele faz tudo sozinho. Claro que sempre temos profissionais que o auxiliam, mas é incrível ver como está lúcido e sem nenhuma comorbidade", disse a enfermeira geriatra Daniela Manfre de Oliveira, uma das proprietárias do asilo, que abriga no total 27 idosos.


Fonte: Guia Me

Comunicar erro
Supletivo_01 - Local 2

Comentários

Supletivo_01 - Local 3