"É preciso se posicionar para o sistema não tomar conta dos filhos", diz Daniela Araújo

Por Equipe G. Gospel em 05/07/2024 às 08:58:27

A cantora Daniela Araújo encorajou as mães a se posicionarem contra o sistema do mundo que tenta dominar os filhos, em entrevista ao Guiame, durante a Expoevangélica 2024, em Fortaleza, na quarta-feira (3).

Daniela comentou sobre os desafios da maternidade e enfatizou a responsabilidade dos pais na formação do caráter das crianças.

"Tenho aprendido que se eu quero filhos excepcionais eu tenho que ser uma mãe excepcional, e não é fácil, são muitas nuances, muitas cobranças. Eu tenho que lidar com cada filho de uma forma diferente", refletiu ela.

Tapete Personalizado


Quebrando ciclos

A cantora revelou que, com a ajuda de Deus, tem quebrado ciclos familiares não saudáveis na criação de seus dois filhos.

"Eu venho de um histórico de muita agressão e muita ausência. Eu me vejo quebrando esse ciclo de violência na vida dos meus filhos. Isso me dá mais força para ser uma pessoa melhor e para educá-los na presença de Deus", testemunhou.

Daniela comentou sobre os desafios de criar crianças nos princípios bíblicos em uma sociedade secular.

"Existe todo um sistema que, como mãe, precisamos nos posicionar de uma forma muito agressiva para que esse sistema não tome conta da mentalidade dos nossos filhos e para que as pessoas ao nosso redor nos respeitem", disse.


Assista a entrevista completa:

Maturidade com a maternidade

A cantora ainda revelou que se tornar mãe a amadureceu muito. "Um dos maiores desafios que a maternidade nos trouxe é esse posicionamento que eu tive que adotar, de ter a minha autoridade respeitada, e acabou refletindo nas outras áreas da minha vida, então eu percebo o quanto de maturidade a maternidade trouxe para mim", afirmou Daniela.

"Às vezes, eu olho para eles e agradeço. É emocionante o quanto uma criança transforma a gente, então eu sou muito grata a Deus por ter me dado esse presente e todos os dias eu oro com meus filhos, e peço para que Deus me ajuda a ser a mãe que eles precisam e não a mãe que eu quero ser", destacou ela, emocionada.

Para Daniela, é importante que os pais incentivem os filhos a viverem os propósitos que Deus tem para suas vidas e não os planos que a família almeja para eles.

"Eu não quero que meus filhos reproduzam as minhas expectativas, o que eu programei, eu quero que eles sejam aquilo que Deus tem para eles", ponderou.

E concluiu: "Não é fácil, mas é possível quando colocamos o ego de lado e escolhemos o caminho do amadurecimento".

Fonte: Guia Me

Comunicar erro
Consultoria

Comentários

Marketing para Advogados_2