CMVR - ABRIL/24

Enfrentando as crises no casamento

Por Equipe G. Gospel em 26/03/2024 às 14:44:11

Enfrentando as crises no casamento

No caminho do matrimônio, enfrentamos uma variedade de desafios que podem testar nossa fé, nossa paciência e nossa capacidade de amar. No entanto, com uma perspectiva cristã, podemos encontrar força e orientação para superar essas crises e fortalecer nosso relacionamento.

Temos e precisamos manter o compromisso de amor e fidelidade que fizemos diante de Deus e dos homens. Precisamos manter essa promessa sagrada, lembrando-nos do que diz em Eclesiastes 4:9-10: "É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se!"

Além disso, precisamos manter uma comunicação aberta e honesta, como nos ensina Provérbios 15:1: "A resposta amável acalma a fúria, mas a palavra dura aumenta a raiva." Manter essa comunicação gentil e respeitosa nos ajudará a resolver conflitos e fortalecer nossa união.

Temos expectativas irreais e exigências egoístas que só causam tensão e desentendimentos. Não precisamos dessas cargas desnecessárias em nosso relacionamento. Como afirma Efésios 4:32: "Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo."

Devemos abandonar essas expectativas egoístas e nos concentrar em demonstrar graça e compaixão um ao outro, seguindo o exemplo de Cristo.

Não temos sempre a compreensão total um do outro. Precisamos buscar ativamente compreender os sentimentos, as necessidades e as preocupações do nosso cônjuge. Como disse o psicoterapeuta familiar Salvador Minuchin: "A tarefa na terapia de casais é tornar as incongruências compreensíveis, não resolver as contradições." Em 1 Pedro 3:7, encontramos esta orientação: "Do mesmo modo, vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações."

Nossa capacidade de compreender e valorizar as diferenças um do outro fortalecerá nossa união e nos ajudará a enfrentar os desafios juntos.

Não temos espaço para o orgulho e a arrogância em nosso relacionamento. Não precisamos dessas atitudes que só alimentam ressentimentos e distanciamento. Como nos exorta Filipenses 2:3: "Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos."

Ao abandonarmos o orgulho e a arrogância, abrimos espaço para o amor e a humildade, fundamentos essenciais para um casamento saudável e duradouro.

Em suma, enfrentar as crises no casamento com uma perspectiva cristã envolve manter o compromisso, abandonar expectativas irreais, buscar compreensão mútua e renunciar ao orgulho. Com a orientação da Palavra de Deus e a sabedoria de Salvador Minuchin, podemos fortalecer nossa união e superar os desafios que surgem em nosso caminho matrimonial.

Proposição Conclusiva:

Diante das adversidades que podem surgir em nosso caminho matrimonial, é essencial lembrarmos que o casamento é uma instituição sagrada, estabelecida por Deus para ser uma fonte de bênçãos, crescimento e amor mútuo. É um compromisso que assumimos diante de Deus e dos homens, e devemos honrá-lo e protegê-lo.

Portanto, encorajamos a todos os casais a perseverarem em seus votos matrimoniais, mantendo-se firmes no amor, na comunicação aberta e na busca mútua pela compreensão e pela graça. Lembrem-se de que, com Deus no centro do relacionamento, não há desafio que não possa ser superado.

O divórcio pode parecer uma saída fácil em momentos de crise, mas devemos lembrar que, como cristãos, somos chamados a buscar a reconciliação, a restauração e o perdão. Como disse Jesus em Mateus 19:6: "Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe."

Portanto, não consideremos o divórcio como uma opção. Em vez disso, busquemos a orientação de Deus, o apoio da comunidade cristã e o compromisso mútuo de perseverar, crescer e fortalecer nosso casamento a cada dia. Com fé, amor e dedicação, podemos transformar nossos desafios em oportunidades de crescimento e fortalecimento do vínculo matrimonial, vivendo assim o propósito divino para nossas vidas conjugais.

Valcelí Leite (@ValceliLeite) é pastor, teoterapeuta, presidente da ABRATHEO (Associação Brasileira de Teopsicoterapia), com formação em Fisioterapia e pós-graduações em Terapia Familiar Sistêmica, Cognitive Behavioral Therapy - TCC, e MBA em Teoterapia e Competência Emocional. Atua como teopsicoterapeuta com orientação a casais e famílias. Palestrante sobre temas como Educação de Filhos, Internet e Vida Conjugal, Ciência do Bem-estar e Como Evitar a Ansiedade. Ex-superintendente em instituição filantrópica, com gestão em treinamento de liderança, formação de equipes e palestras motivacionais em quatro estados brasileiros e mais de 30 cidades. Apresentou programas de rádio e TV em São Paulo, Brasília e Salvador.

* O conteúdo do texto acima é uma colaboração voluntária, de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: Mudança versus transformação

Fonte: Guia Me

Comunicar erro
Consultoria

Comentários

Tapete Personalizado
Marketing para Advogados_2