CMVR - ABRIL/24

A Preparação para o Fim: A Urgência da Segunda Vinda

Por Equipe G. Gospel em 23/03/2024 às 11:11:19

¹ E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.

² Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.

³ E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?

4 E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;

5 Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

6 E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.

7 Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.

8 Mas todas estas coisas são o princípio de dores.

9 Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vosão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.

12 Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarào.

¹¹ E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.

¹² E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.

¹³ Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo.

14 E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.

15 Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, entenda;

16 Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes;

17 E quem estiver sobre o telhado não desça a tirar alguma coisa de sua casa;

18 E quem estiver no campo não volte atrás a buscar as suas vestes.

19 Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias!

20 E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado;

²¹ Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.

²² E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.

²³ Então, se alguém vos disser: Eis que o Cristo está aqui, ou ali, não lhe deis crédito;

24 Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

25 Eis que eu vo-lo tenho predito.

26 Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto, não saiais. Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis.

27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.

Mateus 24:1-27

O texto de Mateus 24 apresenta uma profecia feita por Jesus aos seus discípulos sobre os sinais que antecederiam a sua segunda vinda e o fim dos tempos. Jesus adverte sobre a destruição do templo e fala sobre guerras, fomes, terremotos, perseguições e falsos messias que enganarão muitos. Ele também menciona a propagação do evangelho pelo mundo todo antes do fim chegar. Esses sinais são comparáveis a outras profecias encontradas em livros como Daniel e Apocalipse, que descrevem eventos semelhantes que ocorreriam nos últimos dias.

Em Daniel, há profecias sobre reinos e governantes que surgiriam, guerras e conflitos, além da perseguição aos santos de Deus. No Apocalipse, encontramos visões de catástrofes naturais, conflitos mundiais e a ascensão do Anticristo, assim como a propagação do evangelho através das testemunhas de Deus. Todas essas profecias convergem para um período de tribulação e juízo final, seguido pela vinda gloriosa de Jesus Cristo para estabelecer o seu reino.

Diante dessas profecias e sinais, é crucial reconhecer a importância da preparação espiritual e do arrependimento diante de Deus. A mensagem de Jesus em Mateus 24 nos leva a refletir sobre a nossa fé e a nos prepararmos para a sua volta, permanecendo firmes em meio às adversidades e confiando na promessa da salvação para aqueles que perseverarem até o fim.


No contexto da Segunda Vinda, o livro de 1 Tessalonicenses capítulo 4 oferece uma visão adicional sobre o evento. O apóstolo Paulo escreve aos tessalonicenses, encorajando-os a viverem de maneira santa e agradável a Deus, especialmente diante da expectativa da volta de Jesus. Ele descreve a ressurreição dos mortos em Cristo e o arrebatamento dos crentes vivos para encontrarem o Senhor nos ares. Este evento traz consolo e esperança aos crentes, pois revela a promessa da vida eterna e da comunhão com o Senhor. Portanto, enquanto observamos os sinais dos tempos e nos preparamos para a vinda do Senhor, é crucial vivermos uma vida piedosa e vigilante, prontos para encontrá-lo quando Ele voltar.

Além disso, a carta aos tessalonicenses exorta os crentes a consolarem uns aos outros com essas palavras de esperança e a se manterem firmes na fé, mesmo diante das dificuldades e tribulações que podem surgir. Devemos viver com a certeza de que, assim como Cristo ressuscitou, assim também aqueles que morreram em Cristo ressuscitarão e os que estiverem vivos serão transformados. Portanto, enquanto aguardamos a gloriosa manifestação de nosso Senhor, devemos permanecer firmes na fé, viver em santidade e encorajar uns aos outros, confiantes na promessa da vida eterna com Ele.

Portanto, o apelo é para que cada um se entregue a Jesus Cristo como seu suficiente salvador e Senhor, buscando a reconciliação com Deus através da fé e do arrependimento. Que possamos estar vigilantes e preparados espiritualmente para o dia da sua vinda, confiando na sua graça e misericórdia para nos guiar e proteger em todos os momentos.

Comunicar erro
Consultoria

Comentários

Tapete Personalizado
Marketing para Advogados_2