Consultoria Gratuita

Parada respiratória durante cirurgia quase leva vida de empresária cristã

Internada com insuficiência respiratória aguda, Aldeane sobreviveu sem sequelas

Por Equipe G. Gospel em 28/07/2022 às 10:47:01

"Nasceu de novo." Essa máxima popular define o que aconteceu com a empresária potiguar, Aldeane Melo Moreira, de 39 anos. Acometida de forte dor na coluna, ela foi a diversas consultas médicas e tomou medicamentos prescritos, sem obter resultado. O quadro se agravou, e, em 2019, ela não conseguia andar. "Foi indicada cirurgia, e me internei para realizar o procedimento", lembra-se. Contudo, o pior aconteceu durante a operação: Aldeane sofreu uma parada respiratória, situação que pode causar a morte ou deixar o paciente com sequelas.

Nesses casos, é urgente a intubação mediante traqueostomia, quando é feita uma abertura no pescoço, liberando a passagem de ventilação mecânica. "Fiquei somente com o coração funcionando. Depois de tentarem muito, os médicos descobriram que tenho a traqueia torta." Foi preciso usar um aparelho para contornar a anomalia, e Aldeane foi levada à Unidade de Terapia Intensiva em coma induzido. Àquela altura, a família já tinha sido avisada do risco que ela corria: "Eu poderia ficar em estado vegetativo".

JPM_nunes

Enquanto isso, o povo da Igreja Internacional da Graça de Deus em Pau dos Ferros (RN) orava por Aldeane. Mesmo na angústia, ela sabia: a graça divina agia em seu favor. "Intubada, fiz uma oração, dizendo ao Senhor que sabia ser passageiro aquele momento." Depois de 24 horas em coma induzido, ela acordou. "Despertei consciente, antes do previsto. Os médicos me fizeram várias perguntas, e respondi a todas", afirma. "Estavam admirados, porque faltou oxigênio no meu cérebro por duas horas."

Após a retirada do tubo, Aldeane foi conduzida ao quarto: "O maqueiro me buscou cantando um hino de vitória. Deus age nos instantes mais difíceis". De volta à vida normal e às atividades da Igreja, a empresária testemunha o poder divino: "Com Jesus, é só vitória. Sou muito feliz em integrar este ministério abençoado".



Comunicar erro
Marketing para Advogados_2

Comentários

Supletivo_01 - Local 3