Consultoria Gratuita

Ateia se rende a Jesus após ser curada da bulimia

Não aguentando mais seu sofrimento, Mariah Jones clamou a Cristo por ajuda e teve um encontro sobrenatural com Ele.

Por Equipe G. Gospel em 23/07/2022 às 10:26:41

A americana Mariah Jones se considera "100% ateia" e sentia pena dos cristãos, acreditando que eles ignoravam a razão e o conhecimento científico.

"Eu não acreditava em Deus. Eu não acreditava em espiritualidade. Achei que acreditar nessas coisas era bobagem. Basicamente, eu era apenas um forte crente na ciência", contou Mariah, em vídeo no seu canal no YouTube.

Em 2013, após se formar no Ensino Médio, a jovem ingressou na Marinha, onde desenvolveu os transtornos alimentares de bulimia e anorexia. "Ficou cada vez mais agressivo com o passar dos anos", revelou ela.

Depois de servir na Marinha, Mariah entrou para a universidade e passou a gostar das matérias de ciência, que ajudaram a afirmar sua crença no ateísmo e afastá-la da fé cristã.

Consultoria Gratuita 1


"Eu odiava quando falavam de Jesus"

"Eu costumava gostar quando as pessoas citavam Deus para que eu pudesse tentar destruir seu argumento com a ciência", confessou ela.

"Eu faria perguntas impossíveis que os colocariam nessa posição embaraçosa e tornaria praticamente impossível para eles responderem. Eu odiava quando as pessoas falavam sobre Jesus".

Sua rejeição ao cristianismo ficou extrema, influenciada por forças malignas em sua vida. "Eu achava que a religião era uma construção feita pelo homem, que era prejudicial às pessoas", disse.

Porém, em 2017, ao estudar biologia molecular, o ateísmo da estudante foi desafiado. A mesma ciência que afirmava sua incredulidade, acabou mostrando que o mundo ter sido criado por um Deus poderoso era mais lógico do que o mundo ter surgido de uma explosão.


Quando a ciência provou a existência de Deus

Mariah não conseguia acreditar que milhares de moléculas biológicas se juntaram, com tanta precisão, por acaso.

"Aceitar que tudo se formou por si mesmo por acidente não fazia sentido para mim. Isso realmente começou a me incomodar, porque no fundo eu não queria acreditar em nada", afirmou ela.

Em busca de respostas, Mariah questionava os professores depois das aulas.

"O que veio primeiro, foi o sangue ou o coração que bombeou o sangue? Foi a pele que manteve tudo junto ou os órgãos dentro da pele? Como nada resultou em vida inteligente? Como uma explosão resultou em seres únicos que amam a respiração viva?", perguntava a estudante.

Seus professores não puderam dar respostas às suas dúvidas e Mariah passou a crer que havia um Criador por trás do universo.

À procura de respostas

Deixando seus preconceitos de lado, certo dia, a jovem fez uma oração. "Eu disse: 'Deus, se você é real e realmente existe, você não gostaria que eu te conhecesse? Não quero ser desrespeitosa com você. Mas se você estiver aí, quero que você me dê um sinal e eu vou acreditar"".

No momento, nada aconteceu e a estudante se sentiu envergonhada e ignorante. Mas, nos seis meses seguintes, o Senhor começou a responder sua oração através de sonhos, que lhe mostraram versículos bíblicos.

Depois de procurar Deus no induísmo, islamismo e budismo, ela encontrou o Jesus da Bíblia.

"Comecei a estudar a Bíblia e aprender sobre Jesus, o significado de sua vida e morte e qual era o seu propósito. Acabei descobrindo que o propósito dele era essencialmente para mim", relatou.

Encontrando Jesus em meio a crise

Em 2017, Mariah enfrentou uma crise de seus transtornos alimentares. "Eu estava presa nesse ciclo violento que nunca terminava, não importava o que eu fizesse, não importa o quanto eu tentasse, eu não conseguia sair dele", contou ela.

Não aguentando mais seu sofrimento, a jovem clamou a Deus por ajuda. "Me lembro de estar no banheiro e vomitar. Me lembro de pensar: por quanto tempo vou continuar fazendo isso? Eu me senti tão escravizada por essa doença".

"Jesus, por favor, me ajude", gritou Mariah, em lágrimas. No mesmo instante, ela sentiu a presença de Cristo, que a acalmou e a curou completamente.

"Eu não posso explicar o sentimento. Foi amor. Alguém me amou. Senti quietude, paz. Em segundos, o choro parou. Algo se apoderou de todo o meu ser. Não há palavras. A sala inteira estava cheia de Jesus", testemunhou ela.

A partir daquele dia, a ex-ateia foi liberta da bulimia e da anorexia. "Eu me senti curada. Essa escuridão, esse peso que esteve sobre mim por quatro anos, desapareceu completamente", destacou.

Mariah aceitou Jesus como Salvador e Senhor da sua vida e passou a testemunhar sua transformação nas redes sociais.

"Eu sei o que vou enfrentar. Eu sei que as pessoas provavelmente vão tirar sarro de mim. Mas eu não me importo. Jamais esquecerei o que Ele fez por mim. Sempre estarei em dívida com Ele. Esta é apenas uma pequena parte da minha gratidão pelo que Ele fez por mim", declarou a jovem.

Fonte: Guia Me

Comunicar erro
Marketing para Advogados_2

Comentários

Supletivo_01 - Local 3