Consultoria Gratuita

Descoberto naufrágio mais profundo do mundo até agora

Por Equipe G. Gospel em 26/06/2022 às 14:11:05


Fotos compartilhadas no tweeter de Vescovo mostram a proa do navio e o mastro caído envoltos em água azul e indicam onde o navio provavelmente foi atingido por um encouraçado durante a Batalha de Samar, o confronto final da maior Batalha do Golfo de Leyte em 1944.

O Sammy B participou da grande batalha naval em outubro de 1944, que envolveu uma vitória improvável nas águas ao redor das Filipinas. Vários pequenos contratorpedeiros e escoltas de contratorpedeiros dos EUA, em menor número, enfrentaram a Marinha Imperial Japonesa, incluindo seu enorme encouraçado Yamato, forçando-o a recuar.
Mas depois de gastar praticamente toda a sua munição, o Sammy B foi atingido por um encouraçado japonês e afundou, junto com outros navios dos EUA, incluindo o USS Johnston.

O USS Johnston, que anteriormente detinha o recorde do naufrágio mais profundo encontrado a 6.469 metros abaixo do nível do mar, foi pesquisado por Vescovo e sua equipe em março de 2021. Vescovo, ex-oficial de inteligência da reserva da Marinha dos EUA, também fez três mergulhos no Titanic .

imagem: Handout/Caladan Oceanic And Eyos Expedit

Esta foto sem data, recebida em 25 de junho das expedições Caladan Oceanic e EYOS, mostra tubos de torpedo do naufrágio da escolta USS Samuel B. Roberts da Marinha dos EUA.


O Sammy B, levado para a batalha pelo tenente-comandante. Robert W. Copeland, possuía menos armas e torpedos do que seus colegas, de acordo com Caladan. Oitenta e nove de seus 224 tripulantes foram mortos.

"Este local é um túmulo de guerra sagrado", disse o contra-almirante aposentado Sam Cox, chefe do Comando de História e Patrimônio Naval em Washington. Todos os dados relacionados ao mergulho, incluindo mapas de sonar, vídeos e fotografias, serão doados à Marinha dos EUA, disse a equipe.

O grupo Caladan Oceanic e EYOS realizou seis mergulhos ao longo de oito dias em busca de naufrágios de 17 de junho até sexta-feira. Eles inicialmente localizaram detritos que foram identificados positivamente como pertencentes ao Sammy B antes de descobrir todo o naufrágio.

Leia mais:


"Usando uma combinação de trabalho de detetive e tecnologia inovadora, todos se uniram para revelar o local de descanso final deste navio tenaz", disse o líder da expedição Kelvin Murray, da EYOS, em comunicado.

"Foi uma expedição desafiadora, emocionante e comovente", disse ele. "Estamos todos orgulhosos do que foi alcançado e humilhados pelo que testemunhamos."

O grupo está agora a caminho de Guam para iniciar novas expedições no Pacífico Ocidental.

Via: Washington Post

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Fonte: Agência EBC

Comunicar erro
Marketing para Advogados_2

Comentários

Supletivo_01 - Local 3