CMVR - Fevereiro 2024

O fardo pesado só seu se você quiser!

Por Equipe G. Gospel em 14/10/2023 às 18:16:10

O fardo que todo ser humano carrega é individual, porém para uns insuportável ao ponto de levá-lo ao suicídio, para outros suportável a custa de subterfúgios, como: sexo pervertido, drogas, alcoolismo, violência, remédios de tarja preta, transtorno mental, trabalho pesado, entre outros.

Não sei onde você se enquadra aqui.

Você pode está sentindo sua vida insuportável ou suportando a custas de muitas tentativas paliativas de amenizar a dor da sua alma.

O pecado é causador desse fardo.

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve". (Mateus 11:28-30)

Nota-se que Jesus Cristo quando fez esse convite durante o seu ministério ainda não tinha sido crucificado.

Tornou-se uma palavra profética a se cumprir na vida daquele que crer Nele.

Há cerca de sete séculos antes de Cristo, o profeta Isaías já tinha profetizado sobre o que o Messias faria quando estivesse cumprindo o propósito de Deus para salvação da humanidade.

"Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido".
"Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados".
"Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos". (Isaías 53:4-6)

Quando Jesus foi crucificado e derramou seu sangue por nós, Ele levou sobre si os nossos pecados. Ele pagou as nossas dívidas. Ele levou o nosso fardo da culpa, da insegurança e da dívida.

Não tem nada que eu possa fazer que possa me justificar. Nada e ninguém poderá pagar essa dívida do pecado.

O apóstolo Paulo explicou de maneira clara em carta aos romanos o que o profeta Isaías tinha profetizado, o que Jesus tinha ensinado e prometido para todos aqueles que vão até Ele, arrependido de seus pecados, crendo que Ele é o Filho de Deus.

"Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas";
"Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença".
"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus";
"Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus".
"Ao qual Deus propôs para propiciação pela fé no seu sangue, para demonstrar a sua justiça pela remissão dos pecados dantes cometidos, sob a paciência de Deus";
"Para demonstração da sua justiça neste tempo presente, para que ele seja justo e justificador daquele que tem fé em Jesus". (Romanos 3:21-26).

Em carta aos colossenses, o apóstolo Paulo reforçou a respeito do que significava a morte de Jesus Cristo na cruz pelo pecado da humanidade.

"A vós, estando mortos pelos vossos delitos e pela incircuncisão da vossa carne, vos deu vida juntamente com ele, tendo-nos perdoado todos os nossos delitos";
"tendo cancelado o escrito de dívida que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era contrário, removeu-o inteiramente, cravando-o na cruz";
"e tendo despojado os principados e potestades, os exibiu abertamente, triunfando deles na mesma cruz". (Colossenses 2:13-15)

Essa Graça está disponível a todos. Não importa como foi o seu passado. O que você fez.

É pela fé e pela tomada de consciência de que fomos e somos perdoados em Jesus Cristo.

É possível vivermos sob o jugo suave e fardo leve prometido por Jesus, porque Deus proporcionou o antídoto contra a condenação por causa do pecado, dando Seu Filho Unigênito para todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.


Consultoria
Marketing para Advogados_2